06/04/06

o que trazemos e o que levamos

Você vem ao mundo
sem coisa alguma
Assim, uma coisa é certa:
nada lhe pertence
você vem absolutamente despido,
porém, com ilusões.
É por isso que toda criança
nasce com as mãos fechadas, cerradas,
acreditando que está trazendo tesouros
- e aqueles punhos estão vazios.
E todos morrem com as mãos abertas.
Tente morrer com as mãos cerradas
- até ao momento ninguém conseguiu.
Ou tente nascer com as mãos abertas
- ninguém conseguiu também.
Nada lhe pertence
então está preocupado com que insegurança?
Nada pode ser roubado,
nada lhe pode ser tirado
tudo o que está usando
pertence ao mundo.
E um dia terá que deixar tudo aqui.
Não será capaz de levar coisa alguma consigo...

Osho do livro "Mais pepitas de Ouro"

15 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Voltei por causa do teu "beijo de verdade", que julgo ter percebido. Se não percebi gostaria que mo explicasses... Não, não faças isso. Perdia a piada, talvez...
Mas ainda bem, porque há um post novo.
Apesar de efémera e de toda a gente saber que a sua vida acaba de mãos abertas, quase todos persistimos no erro de a complicar em nome de coisas mesquinhas e inúteis, ou até contraproducentes, para a nossa felicidade.
Beijos de mãos abertas de verdade...

Bill disse...

Não temos nada a não ser nossos desejos, o resto é uma capa que pouco serve pra seremos felizes, queria pensar que essa mão fechada ao nascer esteja trazendo amor e sonhos, por isso estamos segurando fortemente para eu não escapem.

Ótimo dia pra tu

[s]s :*

jorgesteves disse...

Palavras sábias!
O que não invalida que frequentemente esqueçamos tamanhas verdades...
jorgesteves

Amaral disse...

E haja quem conteste!... Nada é de ninguém. E como diz o poeta "ninguém é de ninguém"! Tudo, na verdade, pertence ao universo. Mesmo a fortuna, a cada, o carro - nada é nosso, verdadeiramente. Apenas estamos a "usar" tudo isso. Depois de deixarmos esta vida, essas coisas passarão para outro alguém. Que também tornarão a "usá-las" simplesmente. Mais uma ideia a favor de que "a nossa realidade" não passa duma ilusão. Criada por nós.

mitro disse...

Quanto mais peso carregamos nesta vida, mais fundo somos enterrados!
AHahahaha

Afinal há alguma justiça, hein?

BlueShell disse...

Gsotei desta perspectiva das "coisas"...
Deixo um pedaço de céu
AZUL-ESCURO-LÁGRIMA-
MAR
BLUESHELL«~«~«~«~«
~«~«~«~«~«~«~«~«~«~«
~»~»~»~»~»~»~»~«~«~«

Carmen disse...

Bem sabia que quando aqui viesse iria encontrar algo de maravilhoso. Não é a primeira vez que te visito, mas é a primeira vez que estampo um comentário. Como te dizia há pouco... realmente, e de vez em quando, temos de pedir emprestado alguma coisa a alguém para que saibamos que, pelo menos esse alguém, pensa como nós. É um "post" lindíssimo!
Só tu!...
Beijinhos doces, querida.

Ana Luar disse...

Nus entramos e nus sairemos...a nudez está além das roupas que usamos....eu ando nua... pk as minhas palavras desnudam-me por completo.

Carlos disse...

De repente um eclipse,

e no retorno do sol,

a ausência da luz...

Perdera-se de mim ?

Não sei...

Lembro do meu riso,

da minha alegria,

dos meus cabelos ao vento

E da agonia da espera feroz...

Lembro da magia,

do encanto que cada encontro trazia...

Do tesão,

dos lábios presos aos dentes,

dos gemidos dementes...

Lembro dos sonhos, das falas e até mesmo das "calas",

Coração acelerado pela demora,

cada música da trilha sonora,

Todas as juras...

Cada frase mal dita,

E até da sua risada bendita

Lembro do que me transformei em seus braços,

Do calor de seus abraços

Do dia que me fez mais mulher...

De cada beijo,

Todos os roçares,

Em todos os lugares...

E você,

lembra de mim?

José S. disse...

Se alguém conseguisse meter essa grande verdade na cabeça da maioria das pessoas, acabavam-se as injustiças provocadas pela ganância.
Beijinho e bfs.

PiresF disse...

Como se diz: vimos ao mundo nus, carecas e feios, logo, tudo o que vier a seguir é ganho, mas um ganho para ser usufruído aqui, não além, excepto a espiritualidade.
Para quem acredita, claro.

lua branca disse...

Da tua voz
o corpo
o tempo já vencido

os dedos que me
vogam
nos cabelos

e os lábios que me
roçam pela boca
nesta mansa tontura
em nunca tê-los...

Meu amor
que quartos na memória
não ocupamos nós
se não partimos...

BlueShell disse...

Sim, "amanhã é outro dia"....as tuas palavras foram importantes...me deram alento. Obrigada.
Um FDS pleno de cores em azuis-mar
BShell^^^***^^^***^^^***^^^^***
»»»***»»»***»»»***»»»***»»»***
«««***«««***«««***«««***«««***
»»»***»»»***»»»***»»»***»»»***
«««***«««***«««***«««***«««***

António disse...

Bonito, profundo e desmistificador, este texto.
Gostei!

Obrigado pela tua visita.
Neste caso quis pôr em evidência um tipo de pessoas que, mesmo não o fazendo de má fé (pois não tem a noção exacta de que mentem muito), são extremamente perigosas: os mentirosos compulsivos.
Exagerei um pouco porque se quisesse ser mais realista tinha de fazer um texto muito maior e com as mentiras mais intervaladas.
Conheço várias pessoas desse género.
Uma delas diz, constantemente, referindo-se à mulher:
- Está aqui a minha Maria que não me deixa mentir!
Aproveitei a frase.

Beijinhos

Warum Nicht? disse...

ou, como dizem no brasil:
caixão não tem gaveta.
um abraço!