07/04/06

esperança

Os dias atribulados
trazem em si
a noite
com o seu manto
bordado de estrelas...
em que os corpos exaustos repousam
as mentes se libertam
e...
sonham!

14 comentários:

Warum Nicht? disse...

ás vezes é assim ( não dá pra ser ruim sempre, né?)

Carlos disse...

desconhecida!...

se te ñ conheço o corpo

e teu seio,pela asência ñ toquei

teus lábios rubros

soletrando papoilas de desejo nunca vi

confesso k senti

as gôtas de orvalho

desse jardim

onde em sonho ,eu já adormeci

desconhecida, como?

se me deixaste entrar na alma

e tu me sentes em ti !

Isa&Luis disse...

A Esperança será a ultima a morrer, mesmo que seja apenas um sonho.


Um bom fim de semana com um azul intenso

Jinhos

Isa

António disse...

Mais uma vez a simplicidade e a beleza de mãos dadas.

Beijinhos

sofia disse...

Um dia acordei e quando percebi, acordaste dentro de mim.
Um amor incondicional, que acaricia e envolve minha alma.

Deste momento em diante, passei a te encontrar em outro rosto, outro olhar, outro corpo.
Você passou a existir em todos os lugares por onde eu ia.
E eu passei a existir em nossos pequenos momentos.
É como se neles, Deus mandasse todo o céu ao meu encontro.
E cada pedaço de mim passou a desejar você.

Embora consciente de que não nos pertencemos, transcendo todos os espaços e barreiras entre nós.
E inexplicavelmente passo a ser tua.
E você passa a ter o melhor que há em mim.

Hoje acordei e quando percebi, tudo havia se acabado.
Assim lentamente, como um rio que se divide no mar.
Você se foi, mas ainda posso senti-lo em mim.
A saudade golpeia, fere, sangra. Se transforma em prece, em dor.
E a dor se transforma em medo de que o tempo, nunca possa mudar isso.

Deste momento em diante, passo a tentar compreender.
Há reflexos em minha mente. Memórias profundamente guardadas.
Promessas feitas, sua voz entorpecente. Sentimentos não ditos.
Recordo as noites em que choramos juntos, os sonhos que mantivemos tão próximos!
Fragmentos de um amor que não conseguiu se unificar.

Por tantas vezes te perdi e hoje sei, que nunca te encontrei realmente.
Se fui apenas uma ilusão ou uma forte emoção, em meio à tantas mentiras você foi minha verdade.

Fernanda C. Scialla

Teixeira disse...

Olá venho aqui para te visitar e devo de dizer que sonhar é bom mesmo sem ser a noite quando a nossa mente descansa ... há sonhar acordado mesmo durante o dia quando de uma maneira simples ao olhar para algo paramos de ver a realidade e passamos a sonhar... mas eu queria deixar aqui um abraço amigo e real mas ... tem de ficar este virtual.
Teixeira

PiresF disse...

Esperança tinha eu ontem… depois daquele jogo nem me apetece fazer comentários.
Desculpa lá, mas existem pessoas que para além de outras coisas, também gostam de futebol… e muito.
Um abraço.

Nina disse...

Lindo...

Lindo...

Lindo...

O que dizer??

Adorei!

Vou linkar-te, ok?

=]~

ACENDALMA disse...

... E que os dias portem a calma e que a alma se desencarcere, sonhando...

Talvez

P.S. Obrigado pelo link, quando aprendizagem tal permitir, e o tempo autorizar, este blog será o primeiro a ser "linkado".

Amaral disse...

É o poema da esperança. Visto noutro ângulo, nesse céu espelhado de estrelas, os corpos continuam o seu trabalho sem descanso, as mentes repousam no sono (às vezes…) e o espírito liberta-se para a sua viagem diária, ao mundo fantástico do seu conhecimento...

jorgesteves disse...

...como se a noite fosse a mater criadora de todos os sonhos (esperanças)!
jorgesteves

Nilson Barcelli disse...

A noite é boa, até para o repouso libertador dos sonhos.
Bons sonhos. Beijos.

José S. disse...

Que os sonhos nunca se trnsformem em pesadelos.

Bill disse...

Lindo, como gosto da noite, de sua calma e tão suave presença...
Me lembrou o mestre "Drummond":

"...Amas a noite pelo poder de aniquilamento que encerra e sabes que, dormindo, os problemas te dispensam de morrer...."
[elegia 1938]

Que a noite seja sempre um conforto...
[s]s