13/04/06

correntes...

Como os rios correm para o mar,
esse mar azul imenso
por onde espraio o olhar e te vislumbro
em tons normalmente prateados,
mas hoje especialmente hoje,
em que estás redonda como se foras um queijo da ilha,
dourados, mas reflectidos...
reflectindo as correntes de remoinhos

onde os peixes brincam nas águas transparentes.
Hoje, enquanto unimos as corrrentes de luz
fluindo nos canais invisíveis mas tão reais,
criando a força para que as dificuldades se superem...

20 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

...onde os peixes brincam na água transparente...Lindo!!!

Dae-su Oh disse...

...para me deixar com uma lágrima no canto do olho, tocante!

António disse...

As correntes de luz que nos dão alento como se de um tónico se tratassem.
Bonito!

Obrigado pela visita ao meu post sobre o nascimento do meu filho.
E viva o Miguel Ângelo (o Pereira, também)!
eh eh eh

Beijinhos

mitro disse...

As correntes de força
São as de agarrar
Transformam o respirar
Em agonia!
Devia ter pés de corça
E fugir, daqui saltar!
E se tivesse asas,
Voaria!
E com mar ou lua
Vestida ou nua,
Eu te beijaria!
O amor não prende
Não segura!
Só a quem se rende
Num abraço de ternura!

Bill disse...

E de sua grandeza e beleza tocante, o mar sempre ele, a nos mostrar que alem do horizonte em sua linha fina pode haver um algo mais, seu prata de sonhos que nos leva em suas ondas com seus sons, cheiro e poder...

Moça, nem sei como agradecer suas palavras, obrigado pela força, irei voltar com meu blog em breve, estou colocando a vida em ordem, tentando achar me caminho...
Obrigado pela força, feliz páscoa para você.

:*

Carlos disse...

Bebo
o licor
na tua boca
Bebes
o licor
no meu umbigo


Mais que fantasia...
passamos horas
nessa brincadeira louca
Delírios do prazer
de estar contigo


Trilhas

de cerejas

em nossos corpos

Alimentos
degustados
pouco a pouco
Sinto
tua sede
e me alucino...


Somos cálice
iguarias
somos loucos
Bêbados
de paixão
e Maraschino...

Strider disse...

ola,,, vim fazer uma visitinha,,,
deixar um bjinhos,,, e uma boa pascoa,,, so nao deixo um sakinho de amendoas,,, k ainda nao consegui meter no ecran do pc,,, mas com tempo ainda consigo,,, hehehe

bjinhos e boa pascoa
Paulo

Isa&Luis disse...

Olá,
As correntes da luz flutuaram até nós menina linda.

Uma Feliz Páscoa com muita Luz.


Beijinhos docinhos

Isa

Dae-su Oh disse...

Adicionei o link do teu blog no meu, Feliz Pascoa TB.

Nilson Barcelli disse...

As duas noites passadas foram de um luar esplendoroso. Julgo que é a isso que te referes.
Gostei do teu poema, tem boas imagens.
Beijos.

Amaral disse...

Correntes de luz, correntes de amor, correntes de esperança… Digamos que a força dança uma canção desconhecida, mas soberbamente aconchegante…

sá morais disse...

Esse poema está sublime, tb! Parabéns!

joão marinheiro disse...

Olá.
Aportei agora aqui
vindo do tal mar profundo até á foz desse rio imaginado em redemoinhos de luz.
Demoro-me vagarosamente de roda das tuas palavras como uma maré tenho portanto tempo
o tempo ciclico invisivel que elas demoram a retornar.
Cheguei por mero acaso
mas agora que lancei o ferro ao mar
as correntes rolaram no molinete e fundeei o velho barco
registo na velha carta de marear cheia de rabiscos e notas dispersas
das viagens imaginárias por realizar
as coordenadas do teu porto de abrigo
assim virei sempre que o vento de feição ou a vontade me tragam até ti.
Abraço com maresias
João marinheiro

BlueShell disse...

Senti frescura!
Que o Amor e a Paz permaneçam cima de tudo
BlueShell^_^_^_^_^_^_^_^_^_^_^_^_^_^_^_
_:_:_:_:_:_:_:_:_:_::_:_:_:_:_:_:_::_:_:__::_:
;;*_*;;;;;;;;;;;;;;*_*;;;;;;;;;;;;;;*_*;;;;;;;;;;;;;;;;

Warum Nicht? disse...

se as más marés da vida fossem regidas tb pela lua. seria mais fácil superar dificuldades assim previstas...
.
ps:
pode me chamar de antigo, mas nenhum é melhor q a cama. certo?
um abraço!

lua branca disse...

Basta apenas
um momento,
Queria ouvir sua voz,
Só ouvia, não falava,
O que já houve entre nós.
Ficaria em silêncio,
Deixando minha alma ouvir,
Sua voz na madrugada,
E o seu carinho sentir.



Podes dizer só mentiras,
Me alimento de ilusão,
Só de ouvir a sua voz,
Faz bem ao meu coração,
Só um momento, te peço,
Ainda estou iludida,
Me ensine a conviver,
Com as mentiras da vida.

Strider disse...

um beijinho,,, e uma boa pascoa,,,,

bjinhos
Paulo

jorgesteves disse...

Uma (bonita) canção de luar...

Nina disse...

"Para ser grande, sê inteiro..."

"criando a força para que as dificuldades se superem..."

Isso não tem me saído da cabeça ultimamente, e suas palavras me fizeram acender mais ainda essa fagulha de poesia...

Lindo como sempre!

=]~

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.