13/05/06

onde tudo nasce...



Num abraço de luz
nos beijámos
como crianças
brincámos
entre o céu e o mar...

30 comentários:

gato_escaldado disse...

uma bela foto para um poetica legenda. gostei muito da tua linha de pensamento. grato pela visita. beijos

Márcia(clarinha) disse...

Magnífica união imagem & palavras.
Ótimo final de semana,
beijosssssssss

Bill disse...

Nesse instante mágico, descobrimos o que é amar, ligeira brisa da tarde, perfume doce do amor, momentos esses exatos, como um desabrochar de uma flor.

Suas palavras, cada vez mais linda e belas, fazendo sempre sonhar....

Beijo querida amiga

:***

António disse...

Minha querida Teresa!
Belíssimo, este teu post.
E eu começo a ficar roído de inveja pois já tens quasi tantos "comments" como eu!

Obrigado pelo teu comentário ao Diálogo da Borrachona.

Beijinhos

António disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Dae-su Oh disse...

Com uma vista destas quem não brincaria?? Ou pelo menos sorriria.

Isa Calixto disse...

Brincadeira bem linda, nos braços da terra e do mar...cheira a verbo Amar!!

Beijinho

Isa&Luis disse...

Toda a beleza de amar, em poucas palavras.
Quem disse que para se dizer tudo é preciso falar muito?
Um Jinho.
Luis

mitro disse...

Num abraço de luz,
Fez-se um arco-íris!
Sabia a sal,
Jardim de infância,
Entre o céu e o mar!

jorgesteves disse...

Fresco e primaveril; uma flor de lapela num fato de domingo!...
com amizade,
jorgesteves

Margarida disse...

Lindo lindo o que escreves!!


beijos doces no teu coração

tem uma boa semana

José S. disse...

Lindas palavras bela imagem.
Boa semana.

Nina disse...

E entre o céu e o mar a Lua nasce, a cada instante mais bela.

E nessa luz o amor repousa em verdade.

Lindo demais isso!

Linda semana Poeta!

=]~

Amaral disse...

Na criança começamos a ser e a iluminar o caminho onde a vida vai despontando em cada passo, em cada pensamento…

Fernanda disse...

Suas palavras me remeteram a um passado não muito distante e me fizeram sonhar acordada...
Obrigada por esses instantes de alegria e nostalgia.
Bjs

Mendes Ferreira disse...

e no meio a simplicidade do belo...


__________________________________


obrigado.

Licínia Quitério disse...

Consegues de facto encantamento nestes curtos poemas, como o de hoje e o de quinta-feira. Não é nada fácil a síntese. Parabéns.
Bjs.
Licínia

Helder Ribau disse...

vale a pena vistar alguns blogs... este sem duvida é um deles...

Kaos disse...

É sempre um prazer vir a este blog.
Gosto muito dos poemas. São todos teus?

Boa noite

dark disse...

são estes os melhores abraços. Boa semana

Clarissa disse...

Gosto da simplicidade das palavras que tanto dizem.
Grata pela visita e pelas bonitas palavras deixadas nos Instantes.
Beijocas :)

BlueShell disse...

Afastei-me um pouco, bem sei….
A vida tem destes imprevistos que magoam a alma…e estes são reais…não são poesia, nem ficção!

Deixo beijos azuis e um pedido de desculpas…
BlueShell
Wºwºwºwºwººwºwºwºwºwºwºwwºwºwºwºwºw
O0O0O0OO0OO0O0OO0O0O0O0O00O0

ACENDALMA disse...

... no aconchego da inocência.

Talvez

Bill disse...

Passando para deixar um beijo...
Saudades de ti poetiza =]

Lindo dia

:****

PiresF disse...

Amiga... publicas pouco, mas o que publicas é sempre de grande qualidade.
A simplicidade destas linhas, elevam o pensamento expresso a uma outra dimensão, a dimensão, de quem vive e sonha a poesia.

Digo-o com sinceridade; o que publicas, destina-se a ser absorvido com calma e em momentos certos, sem correrias e longe de qualquer azáfama.

Não sei se já experimentaste ler-te em papel, fi-lo com este poema, copiei-o e numa folha de Word coloquei-o bem no meio e mudei a cor das letras para cinzento, depois fiz o print em papel branco e li-o.

Experimenta e verás toda a beleza que ganha.

Um abração.

Who disse...

Entre o céu e o mar, onde quer que estejas, escuta-Me!

Strider disse...

poucas palavras,,, mas sempre lindas,,,
bjinhos
paulo

TMara disse...

abraços.
a.braços
abr-aços.
na luz e na água os reflexos. bjs

Francisco Sobreira disse...

Vemdo que ainda não atualizaste a casota, não saio daqui sem te agradecer pelas visitas ao meu cantinho e pelas palavras sémpre amáveis e estimulantes. E deixo ainda um beijo afetuoso.

Parapeito disse...

é cá ando eu a matar saudades..e minha ne* da próxima brincamos mais :))