20/03/06

nas asas do vento

Vem depressa, sem demora
acudir ao meu cansaço
Vem nas asas do vento
para chegares ao romper da aurora

Empurra a porta que fica aberta
à tua espera mansamente...

3 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.