16/01/07

palavras à solta...5


Palavras que saem a duas vozes...
...colorindo...

Sussurro...
pinta-me de ti
faz-me ter côr

...então eu pego no amarelo e pinto o meu coração
e o teu
de azul os nossos corpos
de vermelho a nossa paixão
eu sou azul céu
tu azul mar
entre nós o amarelo do sol
e salpico de mil cores nossos sentires
aninha-te em mim..
como o sol se aninha no mar
que eu nasço em ti.. como o mais lindo luar
de mil nuances nossos desejos
fico a olhar para o nosso sentir...
e as cores com que o pinto
e fico maravilhada…
reinvento
novas cores
nuances
amores...
beija-me
como o sol beija o mar

beijo-te como a onda beija a areia
espraia-te em mim
estende-te em mim
e desfaço-me em azul
ou branco da espuma que te beija

sou mar que se imola nas rochas...
para que possa ser gota que te beije a face
imolo-me não para morrer
mas sim para nascer

assim sim
para renascer em ti
para renascer em mim

em ti me renovo
e renasço
em ti me descubro e me enlaço
minha tela, meu traço
multicolor
enquanto me abraças
eu te pinto o traço
colorindo de mil cores
brincando...


foto de olhares

23 comentários:

Plum disse...

Mil cores que nos percorrem a alma!Adorei!*

benechaves disse...

Olá amiga: uma bonita composição de cores! E tais cores correm fluentes no mar azul e podem transformá-lo numa paisagem multicolor a encantar nossa alma.

Um beijo colorido...

Passageiro do Tempo disse...

Um texto magnífico...

Luiz Carlos Reis disse...

Tb,

Lembrei-me de uma passagem musical que diz mais ou menos assim:"...Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo, e com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo...Com um lápiz em torno da mão eu me dou uma luva; E se faço chover com dois riscos tenho um guarda-chuva...Se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel, num instante imagino uma linda gaivota à voar no céu: Vai voando..." (Toquinho e Vinicius de Morais)
Teu poema soou como uma música para os meus ouvidos, tamanha constância na composição das palavras...Sublime e mágico!!!


Abraço colorido!

Kaos disse...

Um poema que me fez lembrar uma Fenix do amor, que morre para renascer reinventado em mil cores. Lindo.
bjs

Jorge P.G. disse...

Olha que bonito, que cor tem este poema, que vida, que amor...

Os meus parabéns. - 18 valores

Um abraço.

-jorge sineiro

Kaos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
kaotica disse...

Isso é o que eu chamo pintar com palavras um amor bem colorido. A sua leitura veio sem dúvida dar mais cor ao meu dia que amanheceu cinzento e nevoeirento. A ponte sumia-se a meio e a única vantagem foi que não apareceu ninguém a dizer que era o D. Sebastião.
Um abraço grande!

Bill disse...

Doce e coloridas palavras...

"entre nós o amarelo do sol" (=

Nha adorei, linhas, cores, versos (=

Beijo dona moça

:**

Nilson Barcelli disse...

em ti me renovo
e renasço
em ti me descubro e me enlaço
minha tela, meu traço


Todo o poema tem uma musicalidade incrível. A parte que destaquei é um exemplo e é muito bomito. Fazes a tua poesia a cantar? Até parece...
Gostei muito. Continuas a escrever cada vez melhor.

Beijos.

Dae-su Oh disse...

poético, magistral!

as velas ardem ate ao fim disse...

Lindo o teu poema.

Fui a correr ouvir uma das minhas musicas preferidas...
Am I blue
Am I blue
Am I blue
Ain't these tears in my eyes telling you
Am I blue
You would be too
If each plan with your man just fell through

Was a time I was his only one
Now I'm the sad and lonely one
Ooh
Was I gay
Till today
Now he's gone and we're through
Am I blue
Was a time
I was the only one
Now I'm the sad and lonely one
Ooh
Was I gay
Till today
Now he's gone and we're through

Am I blue
Am I blue
Ooh hoo
Am I blue
(Linda Ronstadt)

bjos da Vela

nqdn disse...

Passei por aqui, olhei e sorri e gostei do que li!
Um beijo
Luis

sa morais disse...

Olá amiga!

Mais um bonito poema com esse vasto colorido que te é próprio! :)

Desculpa não ter deixado muitos comentários ultimamente ( eles têm sido raros em toda a vizinhança... ), mas tenho tido pouco tempo e uma "perguiça transcendental"! Aliás, isto de perguiça parece ser virus que infectou muita malta, tendo em conta os blogs que encontro meio parados. Eu próprio só tenho feito uns posts "rápidos" para não dizerem que parei. Mas tenho passado por cá!
Fica prometido eu comprar um xarope para a perguiça! :)

Jinho!

Outsider disse...

Olá minha amiga!!
Como estás? Já não falamos há algum tempo. Temos que remediar isso!

Quanto ao poema está magnifico, um hino ao amor muito bem "pintado".

Beijos.

collybry disse...

Porque se renasce a cada instante, no amanhecer...bjca

legivel disse...

ah! as telas escritas que tu pintas, já chegavam para uma exposição individual sobre o amor. O traço e a cor já chegam; não precisam molduras.

beijinhos e óptimo fim de semana!

ALF O Extasiado disse...

Definitivamente lindo, mágico e muito doce.

Sentia falta de seus textos.
um grande beijo TB

:)

Nilson Barcelli disse...

Um bom Domingo para ti.
Beijos.

Isa&Luis disse...

Olá Querida,

Belo o teu poema, uma imagem linda, uma pintura perfeita.

Parabéns!

Beijinhos muitos para ti doce amiga

Isa

douglas D. disse...

brincando assim
felicidade em cores.
bjo.

Amaral disse...

Que dizer desta troca a duas vozes, senão reler para ouvir de novo?!...
Cada linha, cada traço, cada pincelada no branco ou numa cor de mil tons...
Cada onda, cada beijo, cada paixão no nascer do mais lindo luar...

António disse...

Sol, mar, céu, cores, palavras, sentimentos, beijos, amores, abraços...e tudo misturado deu um poema lindo...lindo!

Beijinhos