24/10/06

silêncios de diálogo...



Gosto de me sentar na minha pedra mágica,
amiga,
e ouvir o silêncio de uma noite estrelada,
da madrugada,
onde todos os ruídos são abafados, comidos, calados...
o silêncio da vida
não o da morte...
esse outro silêncio não quero
não suporto
aquele que levanta o muro à nossa volta
e dos vivos, transforma em mortos...
que arranca pedaços do coração
coloca lágrimas na minha voz, no meu olhar
me tapa o sol
me afoga o mar...


foto: www.olhares.com

34 comentários:

Bill disse...

A lá vai ela... Em verso e em prosa...

Silêncios... Partes perdidas no romper da alma... Entre eles – Nós – Resistindo, sonhando, acreditando...
Cuidando para que o sol sempre brilhe...

Perfeito.

ótimo dia pra tu moça de belas palavras.

;************

© Piedade Araújo Sol disse...

T...

Muito bom, gostei e fiquei emocionada...

Pi

pintoribeiro disse...

Gostei, gostei...bom dia, bjinho.

sonia r. disse...

Belíssimo este teu silêncio. Bjinho de bom dia Tb.

Carlos Thor disse...

Falas do silencio tao absoluto que deixa com que a propria voz se ecoe... nos ensine o que esqueçemos quando estamos tulhidos pela multidao e pelo barulho...

Beijo Grande!

Cristiano Contreiras disse...

Sentar e observar e sentir a vida pulsar aos seus pés...

pianola disse...

Estará a net a acolher todas as neuroses escondidas no quotidiano?
Bom dia e um beijinho.

Jorge Matos disse...

A "fragilidade acesa" em incessante procura das ondas que fluam no perfume dos dias.

Acho interessante a levitação no espaço e no tempo e a auto-sustentação que o mar te impele.
A velocidade das ondas imprime-te deslocações verticais "voar mais alto"

Plum disse...

É o silêncio mágico, que nos faz olhar para dentro de nós e podemos finalmente entender-nos!*

Isa&Luis disse...

Olá,
lindo a beleza do silêncio.

Gostei muito!

Beijinhos

Isa

sonia disse...

Um beijinho de bom dia Tb.

pintoribeiro disse...

Bom dia,

e-konoklasta disse...

Olá Teresa,

Agradecimentos pelo comentário.

Bonitos poemas. Também ando por aí mas mais pelas imagens como viste.

Até breve,
teresa

My Mind disse...

Olá
Gostei destes silêncios :)
Precisamos deles para escutarmos outras vozes que habitam a vida...
E qualquer pedra poderá ser mágica para aqueles que souberem fazer magia! É crer para ver...
Abraço

Paulo Nabais disse...

Gostei deste sítio. Imagens deslumbrantes. Momentos fora de nós...

PiresF disse...

Todos nós temos um canto. Nem sempre é mágico, mas é lá que nos sentimos e sentimos o que nos rodeia, em silêncio de vida, claro, que o outro haveria de ser se também o não quero.

Abraço.

Bill disse...

Upz!!!

Roubei suas palavras x)

Beijo pra tu moça querida

:***

Jota Effe Esse disse...

É no silêncio que podemos vivenciar nossos melhores momentos. Meu beijo.

pintoribeiro disse...

Bfsemana, bjinho.

mnemosyne disse...

O silêncio em seu ladino concilio sente o fragor da alma com comoção...palavras de grande sensibilidade...lindo poema :) Um beijo

legivel disse...

Toda a gente devia ter uma pedra mágica onde se sentasse e ouvisse o silêncio de uma noite estrelada...

Eu não tenho; mas vou fazer os possíveis e impossíveis para arranjar uma e depois faço um poema à vida.

Depois, podes dizer que te copiei a ideia. Mas é por uma boa causa...

óptimo resto de dia com sorrisos.

António disse...

Que lindo este teu post, querida Teresa!
Um hino ao bom gosto.
Muito bem!
Obrigado pela tua visita e comentário.
Agora a história vai começar a ser mais entusiasmante...presumo!

Beijinhos

de Matos disse...

Eu sento-me contigo :) e fico em silencio ;)

bjs e bom fim de semana

Francisco Sobreira disse...

Querida Teresa: Uma vez, duas, talvez, lhe disse que gostaria de ver você fazendo poemas mais longos, embora apreciasse os curtos, às vezes de uma linha. E logo eu que faço poemas curtos. O que acontece é que há poemas que podem ser longos e outros curtos, não concorda? Como um conto. Olhe, vi o seu e-mail e obrigado pelas s palavras sinceras e amáveis. Um beijo afetuoso e um feliz final de semana.

Fernanda disse...

Belas palavras, que rompem qualquer silêncio...
Bjs e ótimo fds!

Amaral disse...

O silêncio será sempre o da Vida e também o da "morte" que, esperemos, seja Vida renovada e redobrada!

Nilson Barcelli disse...

O que uma pedra mágica te faz...
Faz-te escrever estas belas palavras, ainda que algo tristes.
Estou a gostar da tua "veia" poética.
Beijinhos.

amadis / pintoribeiro disse...

Encantatório. Bom dia.

pintoribeiro disse...

Bom dia, bjinho,

Rui Martins disse...

Quantas pedras falam mais, melhor e mais claro que muita gente...

ALF O Extasiado disse...

Um sil~encio que fala muito. Muito mais que mil palavras...
Lindo. Perfeito.

Tenha um bom dia, linda
;)

ALF O Extasiado disse...

Um silêncio que fala muito. Muito mais que mil palavras...
Lindo. Perfeito.

Tenha um bom dia, linda
;)

Kaos disse...

Que o teu silencio possa ser teu bom companheiro para sempre, que para muitos nada mais é que sofrimento.
bjs.
Isto por aqui está cada vez melhor

Anónimo disse...

Excelente imagem do manto de veludo negro a que chamo a noite do silêncio e silêncio da noite. Tanto faz... Esse silêncio no meio da noite; oh! quantas noites tem o puro silêncio. Veludo para os meus olhos!
Lindo!
Carmen