20/10/06

quotidianos...


Não gosto de ir às compras. Sei que acham estranho porque as mulheres são conhecidas pelo seu fascínio pelas compras. Não gostaria de desiludir ninguém mas a verdade é que não gosto de ir às compras!
Mas nesta vida fazemos muitas vezes também o que não gostamos. As compras é uma dessas, para mim. E como tem que ser, tento fazê-lo transformando esse momento no melhor e mais agradável possível, aproveitando para, em simultâneo, apreciar as pessoas, isso sim, coisa de que gosto e onde ali é um local privilegiado.

O supermercado que fica perto da minha casa, tem à entrada, no corredor interior, uma das maiores invenções para dar dinheiro, pois que vocacionada para as crianças – os animais de meter a moeda – neste caso um cavalinho.
Avô quero ir para o cavalinho, - ouvi a certa altura.
- Não pode ser que não tenho moeda – respondeu o avô
- Não faz mal, mesmo sem moeda – retorquiu a criança
Esta pequena troca de palavras despertou a minha atenção ficando a aguardar que o avô satisfizesse um pedido tão simples.
Eu e a criança, ambas pendentes, suspensas da decisão do avô.
A criança repetiu várias vezes o pedido e a resposta do avô foi sempre a mesma.
Foi a minha vez de intervir.
Peguei na pequena ao colo e coloquei-a em cima do cavalinho, dizendo-lhe que depois pedisse ao avô para que a descesse.
- Sei descer sozinha - respondeu ela de olhos brilhantes sorrindo para mim como o sol numa manhã radiosa de verão, ao conseguir realizar o seu pequeno/grande sonho – andar em cima do cavalinho, ainda que sem moeda...

Porque será tão difícil que os adultos entendam como é tão fácil fazer sorrir uma criança?...



foto: www.olhares.com

21 comentários:

Nilson Barcelli disse...

És uma samaritana...
Adorei a tua historinha... com uma lição importante para a vida.
Beijos.

Kaos disse...

Era bom que para todas as crianças, só o estar em cima do cavalinho fosse suficiente. O pior é que nesta sociedade o não por a moeda pode ser insuficiente para elas. Falta um cultura de falar com as crianças e tentar demonstrar-lhes como as coisas boas não vêm só de se meter uma moeda.
bjs

sentidos disse...

A vida é um caos, andamos sempre a correr, sempre com pressa, e por vezes, basta um minuto, um simples minuto, para encher a face de uma criança com um sorriso e fazer o seu coração transbordar de alegria......um gesto simples que apenas tomará um minuto do nosso tempo. Agora pergunto: que valor tem um minuto do nosso tempo em detrimento da felicidade de uma criança???

Gostei do texto...és uma boa pessoa.
Um bj terno e sentido

pianola disse...

Haverá alguma diferença entre matar uma vida com um dia ou com um ano?
Bjinho.

mitro disse...

Eu sorri...

pintoribeiro disse...

yEP. bFSEMANA.

Bill disse...

E ela vem toda prosa =]
O sorriso simples tem um valor que hoje é esquecido, uma boa lembrança, não é um mimo a mais é sim um sorriso e uma alegria que não custa...
Perdemos muito disso, vida ta ficando estranha...
Eu sorri aqui, feliz, como a criança, por tu e suas palavras...
Minha opinião, es melhor do que pensa dona moça, sempre...
Beijo pra tu e um otimo fim de semana
:*********

de Matos disse...

Podes crer amiga, como os actos mais simples se tornam nos mais especiais e de tao facil sorrizo. :)

bjs e bom fim de semana

Bosco Sobreira disse...

Venho te visitar e encontro esse texto precioso. Obrigado por mais esse presente e por suas visitas, sempre enriquecedoras lá no "Politicamente..."
Um beijo afetuoso,

António disse...

Minha querida Teresa!
Escreveste:
"Porque será tão difícil que os adultos entendam como é tão fácil fazer sorrir uma criança?".
E eu digo-te:
Para ti é fácil porque és uma pessoa muito sensível.

Obrigado pela tua visita.

Beijinhos

Isa&Luis disse...

Olá,

Lindo! muito lindo um sorriso de felicidade no rosto de uma criança.

Obrigada pela partilha!

Bom fim de semana

Beijinhos

Isa

Rita Contreiras disse...

Ficamos tão embotados nos nossos sentimentos que não conseguimos ouvir o verdadeiro pedido de uma criança e o quanto podemos ganhar ao escutá-la, já que nisso escutamos também a nós mesmos, à nossa criança interior. Valeu! Bjs e um ótimo final de semana.

Jota Effe Esse disse...

O mundo cão em que vivemos não nos deixa ver nada como realmente é, e as crianças pagam um alto preço por essa nossa incapacidade de ver a realidade. Meu beijo.

Um Poema disse...

E é mesmo tão fácil fazer sorrir uma criança. E como é bonito o sorrir duma criança.
Um abraço

Kafé Roceiro disse...

Alma pura a sua! Linda também...

}}cleopatra{{ disse...

Sabes... é que por vezes os pedidos são tão simples, que é por causa da sua simplicidade que não são entendidso!
O nosso mundo, cada vez mais complicado, tem dificuldade em entender as coisas simples...

Beijo soprado

PS. Mudei de casa, repara no endereço

collybry disse...

Por vezes perder um minitos, se ganha imenssos, uma hitória de vida____________Meu rasto,Cõllybry

Fernanda disse...

Tenho que confessar: adoro compras!
É uma pena que com o tempo, percamos um pouco da espontaneidade e bravura das crianças...

Isa&Luis disse...

Se toda a gente entendesse as crianças como tu!...
Pergunta-lhes como funciona o telemóvel que elas isso sabem.

Um beijo com a ternura de uma criança.
Luis

Bill disse...

Oi querida amiga =]

Passando para lhe desejar uma semana cheia de surpresas =]

:***

Luiz Carlos Reis disse...

Ora, a simplicidade a dourar nossas almas!Abraços para tí!