07/07/06


Os terrenos são como as pessoas... alguns
levam à exaustão antes de produzirem frutos...




foto de 1000 imagens

16 comentários:

Rui Martins disse...

sim... mas as pessoas são tão infinitamente fascinantes como podem ser férteis os terrenos... se regados com a devida atenção e prudência...

Clarissa disse...

Alguns frutos sempre se produzem... não serão é aqueles que gostaríamos. Em cada encontro, conversa, olhar... algo muda, inevitavelmente.
Beijo grande

Marshall disse...

Verdade, mas nunca é tarde para fazer brotarem frutos...

Claudia disse...

Mas vale sempre a pena lutar para dar fruto, mesmo não conseguindo...Mais vale a exaustão que a apatia, o medo...

Beijo com sabor a fruto

Anónimo disse...

Só vai á exaustão se for fraca e seca, sem forças para nada :)

posh boy

posh_moments.blogs.sapo.pt

Isa&Luis disse...

Isso apenas acontece porque a natureza não foi respeitada num caso nem no outro.
E acontece de facto porque ela nunca é respeitada.
Um beijo
Luis

pintoribeiro disse...

Lapidar, lapidar...bom dia, bjinho.

Martha disse...

assim como as pessoas os frutos "evoluem" as vezes nascem grandes frutos e outras vezes pequenos frutos....o que acontece com o ser humano!!felecidades e bom fim de semana

mitro disse...

Estou exausto...

benechaves disse...

Olá!

Agradeço e fico muito grato pela sua passagem lá no meu cantinho. Sempre que quiser pode entrar e não precisa bater, a casa tb é sua.

Um beijo natalense...

Anónimo disse...

Isso é verdade!!!
Bjosss e um ótimo domingo!

http://aislinnahimana.weblogger.com.br

Kaos disse...

Por mais árido que seja o terreno há sempre vida que se aguenta. Haja força e vontade para lutar que a vida é o bem mais precioso que existe. Com alguma ajuda e carinho tudo pode sobreviver e no fim o fruto é uma recompensa que nos alegra a alma. Devemos sempre acreditar na força que há em tudo e em todos nós.
bjos

l. rafael nolli disse...

Sim, mas talvez a demora possa contribuir para a madureza da fruta! Imagens lindas, por aqui!

Bill disse...

Vão ao estremo, no fundo da escuridão para descobrir a própria luz...

:********

Um Poema disse...

É certo, se as mãos que os tratam não os souberem respeitar.
Um abraço

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.