31/12/08

feliz 2009


O último dia do ano
não é o último dia do tempo.
Outros dias virão
e novas coxas e ventres
te comunicarão o calor da vida.
Beijarás bocas, rasgarás papeis,
farás viagens e tantas celebrações
de aniversário, formatura, promoção, glória,
doce morte com sinfonia e coral,
que o tempo ficará repleto e não ouvirás o clamor,
os irreparáveis uivos do lobo na solidão.
O último dia do tempo
não é o último dia de tudo.
Fica sempre uma franja de vida
onde se sentam dois homens.
Um homem e seu contrário,
uma mulher e seu pé,
um corpo e sua memória,
um olho e seu brilho,
uma voz e seu eco,
e quem sabe até se Deus...
Recebe com simplicidade este presente do acaso.
Mereces viver mais um ano.
Desejarias viver sempre e esgotar a borra dos séculos.
Teu pai morreu, teu avô também.
Em ti mesmo muitas coisas já expirou,
outras espreitam a morte,
mas estás vivo.
Ainda uma vez vivo,
e de copo na mão
esperas amanhacer.
O recurso de se embriagar.
O recurso da dança e do grito,
O recurso da bola colorida,
O recurso de Kant e da poesia,
todos eles... e nenhum resolve.
Surge a manhã de um novo ano.
As coisas estão limpas, ordenadas.
O corpo gasto renova-se em espuma.
Todos os sentidos alerta funcionam.
A boca está comendo vida.
A boca está estupida de vida.
A vida escorre da boca,
lambuza as mãos, a calçada.
A vida é gorda, oleosa, mortal, sub-reptícia.
.
.
.
(Carlos Drummond de Andrade)

10 comentários:

Parapeito disse...

:))) Primeiras!!!! forte esta tua escolha minha ne*
Não conhecia (como é possivel !) :P
Que o 2009 seja de facto um ano limpo...
Vamos por mãos á obra para a sabonária ser bem grandeee

Ja sabes o que quero para ti neste 2009...
Bora lá arrasar com ele !

beijoooo*

Mariz disse...

Não é a vida - limtando-me ao último verso...mas sim a PERSONALIDADE, O "EGO" ONDE RESIDEM OS NOSSOS DEMÓNIOS INTERNOS"!

Que a felicidade em toda a sua plenitude a emvolva no seu manto de ESPERANÇA!
Salvé!

Sempre..
Mariz

Marisocas disse...

Espero que tenhas entrado no novo Ano de 2009 da maneira mais especial possível e que este novo ano seja e traga as coisas e desejos melhores possíveis. FELIZ 2009

isabel mendes ferreira disse...

A boca está estupida de vida.
A vida escorre da boca,
lambuza as mãos, a calçada.
A vida é gorda, oleosa, mortal, sub-reptícia.

________________cito:____________

encantada.


(inveja) de nunca ter sido capaz de escrever isto!
:))))

abraço terníssimo. T.



obrigada.



bom 2009.

meus instantes e momentos disse...

Ótimo o post, num ótimo blog, gosto daqui.
Maurizio

Miguel Barroso disse...

A vida vive-nos



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

Francisco Sobreira disse...

Cara Teresa,
Você que, geralmente, faz poemas curtos (às vezes de um único verso), demonstra, como toda boa poeta, que se sai muito bem num poema mais longo, como este. Um beijo e que 2009 seja para você um ano de amor, paz, saúde e de cada vez mais criatividade.

© Piedade Araújo Sol disse...

boa escolha para começar o ano.

um beij

Mariz disse...

ressalvo:
"envolva"!

Seja feliz muuuuuuuuito!
Mariz

meus instantes e momentos disse...

voltando aqui para te desjar um belo domingo.
Maurizio