05/10/10

Deixa-me ser o que sou

Deixa-me ser o que sou,
O que sempre fui,
um rio que vai fluindo...
Em vão, em minhas margens
cantarão as horas
Me recamarei de estrelas
como um manto real
Me bordarei de nuvens e de asas,
Às vezes virão a mim as crianças banhar-se... Um espelho não guarda as coisas refletidas!
E o meu destino é seguir... é seguir para o Mar,
As imagens perdendo no caminho...
Deixa-me fluir, passar,
 cantar...
Toda a tristeza dos rios
É não poder parar!


Mário Quintana

Agradeço à amiga que me presenteou este poema, sabendo como admiro o autor!

11 comentários:

Parapeito disse...

:)) tambem quero assim amigas....de facto tem algo a ver contigo...o Mário la sabia das coisas
brisas doces para ti **************

Nilson Barcelli disse...

O poema é excelente, mas a imagem que escolheste é perfeita. Foi uma excelente escolha, querida amiga.
Beijos.

JR disse...

Lindo!. Completamente esvoaçante!

Mar Arável disse...

Apesar de tudo

os rios ainda correm para o mar

Excelente imagem

legivel disse...

podes ser o que quiseres
e onde a mente te levar;
se por acaso não souberes
podes-me vir consultar.

podes-me vir consultar
não levo qualquer tostão;
sou perito em confirmar
que as linhas da tua mão

que as linhas da tua mão
te levam ao infinito
vais ver que tenho razão
não dou dito por não dito.

não dou dito por não dito
isso posso afiançar
estou apenas aflito
para as rimas acabar.

É melhor ficar por aqui, não é?

Bjs. e sorrisos.

Francisco Sobreira disse...

Teresa,
Como é bom vir aqui. Melhor ainda quando você nos presenteia a poesia de Quintana, tanto quanto você, um poeta que amo. E obrigado pelas suas palavras lá no Luzes. Um beijo.

Nilson Barcelli disse...

Passei para te desejar
um bom resto de noite.
Vou ver o futebol... e espero que uma vitória inequívoca.
Beijos, querida amiga.

© Piedade Araújo Sol disse...

o poema émuito bonito, mas a foto é lindissima.

bom fim de semana!

beij

AC disse...

Mário Quintana é sempre motivador.

(Passei por aqui e gostei do que vi e li)

Beijo :)

Ana Oliveira disse...

Porque os rios não param...

"Eu quero o mapa das nuvens e um barco bem vagaroso."

Mário Quintana

Um beijo

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, boa semana.
Um beijo.