28/09/10

Parabéns!

Era eu a corola onde inocente te abrigavas.
O tempo cioso correu célere e passou tanto e tão pouco de uma vida...
Seja eu sempre a corola que te ampare e tu, o mundo que desejes...
Abraço embrulhado em rosas e sois sorridentes.

7 comentários:

simplesmenteeu disse...

Restará sempre uma saudade desse tempo, quando o ventre é casa, abrigo e segurança.
Nunca mais será essa certeza de ser tudo. Lá fora o mundo acontece, chama e exige. Resta então ser o amparo atento de Amor (muitas vezes silencioso)

Parabéns Teresa! Sei que o abraço será sempre de rosas e o colo de sorrisos e carinho.
Abraço forte

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

a voar lento

Nilson Barcelli disse...

Parabéns, querida amiga e mamã.
Ainda que atrasados.
Nunca vi um texto tão bonito a comemorar um aniversário de um filho.
Beijos, querida amiga.

SKIZO disse...

Fabuloso

Parapeito disse...

:)
Lindo...
Parabéns...não digo atrasados...porque nunca é tarde...ontem ...hoje ...ou amanhã estão ambos de parabéns...ele por ser teu filho...tu por seres mãe dele...
Brisas mansas para os dois*******

isabel mendes ferreira disse...

tão belooooooooooooooooooooooo!!!!!!




bejo-te querida TB.

Rui disse...

O texto fala por si.
Ao ler-te, é como se as palavras abrigassem o tempo onde nos fizemos gente.
Amparados pelo carinho e amor da mãe de cada um.
O texto, minha amiga, é um hino às mães deste mundo feito de saudade e de lembranças.
Feito de memória.
Feito de amor.
O texto, é "um feito" aos sentimentos de mãe que "todo o filho" ficará decerto, orgulhoso!

Bjoka