24/05/07

gostar


gosto quando sorris,
gosto quando falas,
e gosto, mesmo quando te calas.
foto de mão amiga

16 comentários:

Cristina Nobre Soares disse...

gosto das tuas palavras simples, sem silêncio...

legivel disse...

p´ra sorrir estou por aqui
e p´ra falar estou fadado;
a "última" nem percebi(?!)
pois não posso estar calado.


beijinhos.

Isa&Luis disse...

Olá menina,

Em tuas doces palavras de encantamento
Me perdi.

Um abraço apertado carregado de carinho e amizade.

Isa

Plum disse...

Simplesmente gostar!***

joão marinheiro disse...

Uma pérola a foto. Sempre um bom gosto e uma paz aqui nas tuas palavras.
Abraço grande

Amaral disse...

És um ser completo.
Ainda mais quando sincronizas os sentimentos com os outros!
... E o silêncio...

diabinho disse...

Alguém que aprecia o próximo na sua totalidade...

Parabéns

Beijinhos

Sabes? Eu ando triste, pois descobri que tenho andado enganado estes anos todos. Descobri há já trinta e tal anos k vivo no deserto...

Isto sim... é dramático...

Beijokinhas endiabradas

Bill disse...

hummmm quando se cala os olhares falam por nós...
Que palavras doces... me tirou um sorriso (=

:***

Betty Branco Martins disse...

Gostar__________é simplesmente ESTAR_________mesmo que em silêncio

Beijinhos com carinho
BFSemana

Francisco Sobreira disse...

Querida Amiga,
Aí, me parece, está sintetizado o verdadeiro amor , o AMOR. Um beijo afetuoso e um excelente fim de semana.

J.G.Sineiro disse...

E gosto
mesmo se não gostas
do que gosto.


Mas eu gostei!
Um abraço.

nqdn disse...

Gosto do muito que dizes em poucas palavras.
Avara de palavras mas pródiga de alma...

Um beijo.
Luis

Um Poema disse...

Isso é gostar, sim!

Belíssima fotografia.

Um abraço

António disse...

Teresa querida!
Uma vez mais o teu bom gosto e sensibilidade patentes aqui.
(acho que só alterei a ordem das palavras em relação ao comentário anterior...eh eh)

Beijinhos

Cláudia disse...

Gosto de tudo de ti.Essa é a beleza do amor incondicional...

mitro disse...

O silêncio é a coisa mais próxima de morrer...