15/08/13


Depois,
Apenas silêncio
e meus passos,
inseparáveis e indissociáveis
como se foramos apenas um...
para abafar ruídos, outros,
tão gritantes,
tão cada dia mais constantes
que nos apertam o peito e
estugam o passo...

2 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

nostálgico e com nuances de Adeus...

:(

Parapeito disse...

mas quando se é uma força da natureza...tudo recomeça...tudo floresce...e os caminhos apertados acabam por ser clareiras...abraço**