06/12/09

vontade


Era o dia mais longo de que me lembrava

tudo me fazia confusão e tormento
"Bom tempo", diziam que estava perto
Mais uma vez ninguém compreendia
que a noite é feita de magia
É como o som de um estridente grito,
Que vem lá dos confins do infinito,
A ecoar por toda a eternidade!!!
de resto, pouco ou nada me lembro,
por entre silêncios ocultos adormecidos nasce vida...
nasce paz...nasce serenidade...
nasce quantas vezes, essa força
a que muitos chamam vontade!

4 comentários:

Graça Pires disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Voltarei aqui.
Beijos.

António disse...

Minha querida!
Hoje fizeste-me uma boa surpresa.
O teu blog continua lindíssimo (como eu...eh eh) mas tu também só postas quando Deus quer...ah ah ah

Beijinhos ternos

isabel mendes ferreira disse...

belíssimo o dia.


perto e longe.



o meu abraço.


terno.

Rosy disse...

Ola.
Parabens pelo espaço..
Que essa sua motivação e inspiraçao continue assim a fazer deste espaço, as delicias de quem le.
Beijinhos