20/04/07

voar...


ver o azul
a sorte do nosso azul
sem que nos importe o norte ou o sul...
a minha direcção és tu
a minha rosa dos ventos está nos teus cabelos
e nela estão os tempos e os momentos
e os acontecimentos...
vou por aí
voar
ao encontro de ti
e do nosso mar...
mas
aqui voltarei de novo
para me/vos encontrar
foto da net
Entretanto saibam que vai acontecer:
Alma Gémea de Carlos Martins
Uma história de amor eterno de duas almas gémeas que se reencontram
«Alma Gémea» relata o encontro de duas almas gémeas que se encontram e se reencontram, porque o nosso corpo funciona meramente como um veículo para nós, enquanto cá estamos.
A nossa alma e o nosso espírito é que duram para sempre.
dia 24 de Abril, pelas 18 horas, na Escola Superior de Leira
na sala do Conselho Científico, a apresentação do livro que será feita pelo Professor Eduardo Fonseca
Entrada Livre

17 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Belas palavras, como sempre.
Bom fim de semana.
Beijos.

pessoa disse...

ahhh voar!! O eterno sonho do Homem. Ainda bem que o podemos fazer de outras "formas".
Bonitas palavras.

Isa&Luis disse...

Olá,

Linda imagem,um manto de palavras,uma doce melodia...


Beijinhos

Isa

Anónimo disse...

Caros amigos,

"José Afonso", figura ímpar da cultura portuguesa, que trilhou, desde sempre, um percurso de coerência na recusa permanente do caminho mais fácil, da acomodação, no combate ao fascismo salazarista e pela liberdade e democracia, é tema de um selo que está em 3º lugar. Precisamos do voto de todos para que se faça um selo em sua memória e em louvor à Liberdade.
Num período de exaltação de valores salazaristas, devemos contrapor com os nossos defensores de Abril!

“Venham mais cinco!!
Traz um amigo também!”


VOTA
[aqui]

Abril, SEMPRE!!

Davide da Costa

jpg - o sineiro disse...

"Vou por aí..." e sei que por ali não vou!

um abraço do sineiro

as velas ardem ate ao fim disse...

E eu estarei aqui à espera...

bjinhos

Plum disse...

voar...e que nunca nos cortem as asas!!!!Abraços!*

Kaos disse...

É bom voltar a este cantinho de que já tinha saudades e que já é uma segunda casa. Reencontrar amigos, e as tuas belas palavras. Se o tempo não andasse tão curto...
muitos bjs e um abraço ao Vitor

as velas ardem ate ao fim disse...

Feliz dia da liberdade!

bjinhos

collybry disse...

E assim o é, corpo envolcro, Alma eterna, já das Alma gémea, não digo...tantos ao longo das vidas temos...
Sempre bom é Te ler...Bjca doce

Carmen disse...

Lindo, lindo!
Como sempre.
Estou muito interessada em saber mais notícias dessa "Alma gémea", onde posso ver?
Beijinhos

António disse...

Minha querida Teresa!
Ora aqui está um belo post com a tua chancela.
Obrigado pela longa visita que fizeste lá à minha segunda casa.
Ainda hoje é capaz de sair a parte III da história do Reinaldinho acanhado.

Beijinhos

Bosco Sobreira disse...

Mais um belo momento de plena entrega
à Poesia.
Obrigado por compartilhar tua emoção.
Um beijo afetuoso, minha querida poeta!

tuga disse...

Que sensacao de Liberdade.
Passe no meu blog.Tem la noticias que lhe dizem respeito.

Dae-su Oh disse...

Parece um poema de despedida, espero que não o seja. cumps!

pin gente disse...

que lindo voo no azul... sutil, fácil, totalmente livre...
voassemos nós nesta liberdade, sem medo de razar azuis, sem medo de subir a pique para descer da mesma forma... sem medo de pairar no ar... fechar os olhos e, ao abrir, continuar em todos os tons de azul.

cavalo marinho com asas disse...

Voar... Cume da liberdade!
Ser livre, abraçar o tempo!!
Adorei o seu blog!
Vou voltar...