20/11/13

Barco do tempo

Não sei em que porto
te apanhei

cortando os dias
como onda na proa.

2 comentários:

jorge esteves disse...

Não seria capaz de descrever tão poeticamente e fotograficamente o 'cortar' dos dias...
abraço.

Joaninha Musical disse...

Muito linda a quadra que escreveste. Gostei imenso!! Mil beijinhos e fica com deus!!