02/12/11

Viagem

viajei aos confins dos segredos
deste pó secular
viagem longa, dolorosa
mas cujo final
vale a pena
para ver o sol brilhar...

4 comentários:

Parapeito disse...

:))
já dixia Pessoa
"Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena".
E a tua....não é pequenita :)*
brisas doces para ti*

Et disse...

viajei.. o regresso às origens, com doce sabor...

beijos, queri T.

Rui disse...

Memórias tatuadas na pureza das origens.
Uma introspecção/viagem que todos deveríamos realizar. Para que não se perca o rasto das nossas pegadas.
Bjoka.

Mar Arável disse...

Sem boas memórias

não existem amanhãs