17/07/10

linhas...

Os minutos carregam as asas do desejo de querer voar...

13 comentários:

douglas D. disse...

então, voemos indiferentes ao tempo...

Francisco Sobreira disse...

Cada vez, Teresa, fico mais admirado com a sua capacidade de, numa frase (perdão, num verso), dizer o essencial. Um beijo.

Mar Arável disse...

É preciso conquistar

o voo

Nilson Barcelli disse...

E, assim, nem os minutos custam a passar...
Foto e frase bem combinados, querida amiga.
Beijos.

Graça Pires disse...

O fascínio de ter asas!
Beijos.

Graça Pires disse...

Sempre o fascínio de ter asas...
Beijos.

© Piedade Araújo Sol disse...

eu não tenho asas...mas por vezes também voo...nas da imaginação.

beij

Nilson Barcelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Parapeito disse...

:)
Gostei
brisas doces para ti*****

Nilson Barcelli disse...

Voltei, por minutos, para te desejar um bom fim de semana.
Beijos, querida amiga.

Francisco Sobreira disse...

Querida Amiga Teresa,
Depois de passar mais uma vez pela sua casota e não encontrando um novo assunto, aproveito para lhe dizer da minha alegria e satisfação toda vez que visita a minha. Um beijo afetuoso e uma excelente semana.

legivel disse...

... ah voar! quem não desejaria podr fazê-lo sem o auxílio de motores, hélices, jactos e quejandos.

Por agora, o parapente ainda é a melhor solução: para quem não tem medo das alturas, que dos minutos já estamos habituados...

Beijinhos.

© Piedade Araújo Sol disse...

:):):):)