17/08/08

beija-flor


Respiro
Sinto-te
Toco as estrelas
penso
Estarás no momento
Tocarás as estrelas também?
Os momentos de espera
São longas noites de inverno
porque sonham com esse néctar
Que nos escorre pela garganta
Que inspiramos
que provamos
Néctar da flor
Flor de colibri
Tuas asas de seda
são o manto que inebria
e teus trinados
música que toca
o meu coração
Enquanto o bico vai metendo
Na flor que nasceu
Para o tomar...
.
.
.
foto do Google

12 comentários:

Miguel Augusto disse...

As sintonias são importantes, sem elas as experiências a dois são pobres!

Duarte Olim disse...

Bucólicos cenários, mistos de Inverno e Primavera, quando o Verão reina e o entardecer ganha laivos de melancolia, um aceno outonal ou simples poesia como esta que densamente irradia das tuas palavras.
Beijos :)

Paulo Nabais disse...

Incontável beleza...

Parapeito disse...

Belo, sensual e doce...tinha de ser escrito por ti : )

beijooooo

Jorge P.G disse...

Uma bela e poética imagem da Natureza!
O amor límpido e suave, doce como um néctar!
Parabéns, TB, por este inspirado poema!

Um abraço do jorge sineiro.

lady-of-smile disse...

Gosto muito de colibris. :)
Cheios de cor, sempre a "namoriscar" as flores.

Gostei muito Ne,
beijinho *

joão marinheiro disse...

Ternas as palavras, e a foto preciosa. Abraço junto do mar.

Nelita disse...

lindooooooooo

Kaotica disse...

Maravilhosas imagens visuais e poéticas. Que bela forma de dizer as coisas tu tens, TB.

"Falei" com o Sá Morais -- para quando um reencontro? Vamos pensar nisso a sério?

Um abraço

Dora disse...

A figura de um colibri, que fura as flores e traz o néctar, que vira o doce mel...Assim, é a visão do amor que percebi aqui!
E a suave sensualidade de dois que se "entendem" e se inebriam com as delícias da natureza!
Beijos e abraços.
Dora

Mac Adame disse...

TB neste caso quer dizer: "Tão belo!".

Vincius disse...

Boa tarde. Há ato mais incrível do que o do beija-Flor?Flutuando pelo ar e sugando o néctar de uma Flor brilhosa,num sol radiante, numa linda primavera onde os pássaros entoam seus cantos, e as folhas caem com o vento dançantes .... Muito bonito o teu poema,parabéns.
Tenhas um ótimo domingo e uma ótima semana.
Abraços.