11/04/08


Onde?
.
desde que contigo não importa.
.
Desde que sem horários
.
com o tempo que ambos quisermos.
.
Embora eu ouse sonhar
.
Até pode ser no meio das flores
.
olhando o cair do sol e o espreguiçar do dia na noite.

.Ver a lua reflectida no teu olhar...

25 comentários:

Shakadal disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Olhando o cair do sol e o espreguiçar do dia na noite...
Cá vamos estando para ler coisas tão belas como esta.
Um beijo.
Luís

joão marinheiro disse...

Todos os lugares são bons.
E as tuas palavras belas como sempre.
Beijo minha querida amiga.

Plum disse...

Haverá algo mais belo?!!!*

Quem_Sou_Eu disse...

Belos os momentos em que conseguimos segurar os ponteiros do relógio com aquilo que sentimos.
Bela a transcendência do que sentimos por alguém.
A beleza de um sentimento que permite fazer parar o tempo e levitar-nos no infinito.

António disse...

Minha querida Teresa!
Pouco, mas bom!
E continua a ser um regalo para os sentidos ver este teu blog.

Beijinhos

Isa&Luis disse...

Olá menina,

Linda imagem para palavras profundas e sentidas.

beijinhos

Isa

rainbowsky disse...

Se a perfeição falasse gritaria bem alto o teu nome! A imagem está divinal, o poema é uma catástrofe para quaquer coração, porque o arrebata e faz estremecer como um sismo. Vamos ver se o meu aguenta a emoção! Beijinhos do arco-íris**

death_by_chocolat disse...

dar ... tempo sem tempo

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Teresa!

Beijos do amigo *CC*

douglas D. disse...

que bonito, Teresa!
bjos!

Dora disse...

Em qualquer lugar, a qualquer tempo, isso é viver a existência de um sentimento grande! Não? Sem essas exigências temporais e espaciais que nós temos, na vida comum e banal...
Lindo poema!
Beijos a você.
Dora

Parapeito disse...

...Em qualquer lugar...olhando o cair do sol e o espreguiçar do dia na noite...
Bora lá nuvem de algodão doce!!

Lindo ****

CNS disse...

Onde o tempo e o espaço seja aquilo nós quisermos.

bjs

Amaral disse...

Desejo a todos os que tiveram a paciência de me ler ao longo de mais de três anos, um eterno momento de felicidade nas vossas vidas terrenas e que, cedo, entendam no vosso coração o porquê da dádiva que foi experienciarem a Vida desta forma...
Na certeza de que o Deus do vosso entendimento falar-vos-à sempre na voz da vossa consciência!
OBRIGADO!!!
(Amaral Nascimento)

Luís Nunes disse...

Fico com a boca doce sempre que te leio , sou muito guloso :) , beijo

benechaves disse...

Oi, amiga: interessante a postagem anterior com o jogo de letrinhas para formar a 'amizade'. E que linda imagem nesta, hein? Com os seus versos a imaginar a beleza de um '...espreguiçar do dia na noite'.
Valeu a pena atravessar o oceano um tanto bravio nesta minha aventura atrás do que é belo.

Um beijo oceânico...

Kijar disse...

See Please Here

Bill disse...

Hummm que delicia...

Doce doce a lua refletida no olhar do amor, como brilho da paixão (=

Que seja sempre.

Beijo dona moça (=

E ótimo fim de semana

:*

Rui Perdigão (Vida) disse...

Passei por aqui e fui lendo. Ar puro, por assim dizer. Voltarei.
Bjs
Rui Perdigão (Vida)
http://vida-das-coisas.blogspot.com

mitro disse...

No teu olhar...
Talvez encontre mais que olhar!
Talvez se veja o mar,
E a vontade de aportar!
Talvez encontre o cobertor,
Para este frio.
A lágrima sem dor,
A quem sorrio.
No teu olhar...
Há promessa que não prometeu,
O homem vazio e nu,
Que tu dizes que sou eu!

Mikas disse...

Também quero estar aí...

Nina disse...

.
E ver o amor! Perdido na luz da lua.

Beijos, beijos!

=)

Parapeito disse...

E cá estou eu mais uma vez no teu cantinho.
É bom sentirmos o calor das tuas palavras....num dia de frio e chuva.
Que bem que sabe estarmos aqui.

beijuuuuu

Jota Effe Esse disse...

Sem nada que prenda, assim é que é bom, sem hora ou lugar, com todo empenho só no amar. Meu beijo.