15/07/07

essência


Não estamos preparados para conviver com a verdade do que somos...
foto da net

25 comentários:

hfm disse...

verdade.

Isa&Luis disse...

Bom dia, com muita alegria!

Gostei da foto, e a frase diz uma grande verdade.


Beijinhos

Isa

Josse disse...

Sim, percebo que realmente nem cheguei a saber quem sou ainda. Grande verdade.
Adorei sua casa.

Beijos

mitro disse...

... só com as ilusões do que pensamos que somos!

CNS disse...

Essa só se espelha na imagem de que fugimos.

Plum disse...

Por isso mesmo tenho enormes momentos de introspecção!***

António disse...

Querida Teresa!
Mais um bonito post...mas desta vez deixo uma pergunta: o que somos?
Qual a verdade do que somos?

Beijinhos

joão marinheiro disse...

Qualquer palavra está a mais.
Foto sublime minha amiga.
beijo deste lado do rio

RB disse...

Como é que podemos estar preparados para uma coisa que não conhecemos?

Luna disse...

nunca estamos mesmo...
beijo

ALF O Extasiado disse...

Não estamos preparados para saber da verdade que nos rodeia.

Nem nada que nos descamufla.

Belíssimas palavras

:)

bjos

Francisco Sobreira disse...

E não estamos mesmo, cara Teresa. Admiro bastante sua lucidez, sua abordagem crítica da vida e das fraquezas humanas. Um beijo afetuoso e uma linda semana.

Outsider disse...

Olá minha amiga!!! É verdade, ainda estou por aqui... Peço-te perdão pela ausência, mas entre a mudança de emprego e as obras na casa para onde me vou mudar não tem sobrado muito tempo nem pachorra para vir à net. Mas isto não é desculpa para ter descurado os amigos, por isso peço-te muita desculpa... Estou cheio de saudades vossas, temos que nos encontrar um dia destes.
Quanto a este post, já tinha saudades do tanto que dizes em frases tão curtas. Uma grande verdade.
Beijos.

Rui disse...

Daí a necessidade de sermos o mais verdadeiros que conseguirmos.
Desde logo, connosco.

legivel disse...

... e mentimos descaradamente passando ao lado.

beijos e sorrisos.

cm disse...

mas vamo-nos preparando...

Bill disse...

Sim... E creio que nunca estaremos...
A verdade em nós é por vezes espinhosa.

Saudades muitas de tu minha amiga de belas palavras.

Beijo no coração.

:*

Nilson Barcelli disse...

Nem sempre...
Bela foto, gostei.
Beijinhos.

Amaral disse...

Também acho que, no fundo, não estaremos!
E dificilmente nos apercebemos dessa verdade, envolvidos como estamos neste mundo conflituoso e surpreendente...

©õllyß®y disse...

Pois a maioria vem e vai sem saber que é...

Bjca doce

Caty disse...

Gostei muito da frase e concordo.
As fotos são tuas?
BEijinhos aparece no meu blog tb, mm estando parado, em breve voltará a estar activo.
Caty

Daniel Aladiah disse...

Mais das vezes, é verdade, mas urge que nos entendamos e aceitemos.
Um beijo
Daniel

SentidoS disse...

Olá!
Eu, na minha humilde opinião terei de discordar veementemente, com este pensamento. Diz-me, não estarão as sociedades de tal forma corrompidas pelo consumismo, materialismo, que parece que tendemos a esqueçer o sentir, a moral, os valores, a lealdade e amizade, perante o nosso semblante, e que isto esteja enevoar o nosso julgamento? Porque será dificil ao ser humano olhar para dentro? Será que medo já temos de ver mundos antagónicos cá dentro? Partindo do pressuposto, que em tudo na vida existe uma dualidade, não será o efeito "yin e yang" uma resposta a essa cegueira? Daí, penso, e atenção, é a minha humilde forma de pensar, sou eu apenas, não desejo com ninguém chocar, eu creio que devemos equilibrar a dualidade em nós existente, e isso apenas se consegue, se aceitarmos quem na realidade somos, para que possamos viver com a alma em sintonia, num compasso ritmado e balançeado entre o claro e sombrio...mas isso sou apenas eu a pensar...perdoa-me por esta divagação, mais não fiz senão ser verdadeiro...jamais quero ofender alguém...

Beijo Sentido

Toze disse...

Nunca !

Cláudia disse...

Para isso estamos vivos, para nos irmos preparando.É uma longa caminhada, onde não importa o destino, e sim o caminho.A verdade do que somos é que nos pode libertar das ataduras que tecemos.A imagem ilustra muito bem o quanto nos sentimos amarrados com as inverdades acerca de quem somos.um beijo...