26/09/06

percursos...


Abraço a luz da vida enquanto a cera arde.
depois...
tudo tem o seu fim,
como as velas...

foto de olhares

17 comentários:

Bill disse...

As velas ardem até ao fim e não perdem um instante de luz... Paixão queimando e derretendo corações...

Nha sabe que amo suas palavras né ^^

Lindo dia linda moça

:*****

José S. disse...

Mas como a vida é composta de vários ciclos em que nada se perde e tudo se transforma (só se perdeu na guilhotina a cabeça do inteligente que disse isto eheheh), logo que um ciclo termina outro começa e assim a vida nunca tem fim (veremos...).
Beijinho.

sonia r. disse...

Enquanto as velas arderem...bom dia e obrigada por teres gostado do meu espaço.

Kafé Roceiro disse...

Esse final da luz chega pra todos. E para os nossos também. É muito difícil a gente ver a vela de um ente querido se apagando e não podermos fazer absolutamente nada. Mais nada. Beijo. Foi só um desabafo.

Kaos disse...

Tudo tem o seu fim como teve um início, mas o mais importante é que no entretanto se exista realmente.
bjos

Carlos Thor disse...

A chama da vida derrete o tempo de alto abaixo, percorrendo facetas das vivencias até ir envelhecendo, estremeçendo; até fumegar anunciando a morte.

Uma forma radical de descrever a Vida como uma forma de luz!

Lindo!

Beijos GRANDES!

Louco de Lisboa disse...

Enquanto dura vida doçura, á que aproveitar...

Até outro instante!

Fernanda disse...

Que imagem magnífica!! E o texto, brilhante...
Por isso é que devemos viver intensamente todos os momentos, para que não nos arrependamos depois de findos.

Adoro suas palavras, sua sensibilidade. Adoro-te!!

Bjs

de Matos disse...

Lindissima foto... e temos de viver como as velas, com a mesma luz ate ao fim...

bjs :)

Marshall disse...

Por isso é bom VIVER!!!
Um dia a luz se apaga e o tempo se vai...

bjs

Bosco Sobreira disse...

Linda imagem, lindo texto. Vc. conseguiu traduzir com rara beleza o que nos atormenta a todos, nossa finitude.
Um beijo,
Bosco

ALF O Extasiado disse...

Realmente, chega uma determinada hora que o fim aparece. Mas ao mesmo tempo interpreto que todo fim é úm novo começo.

belas palavras.
beijos
;)

Um Poema disse...

Mas, enquanto a cera arde, que a luz que abraças te ilumine capazmente a vida.
Um abraço

sa morais disse...

Amiga TB:

Que bela imagem! Que sejam um farol na escuridão para todos aqueles que tardam em chegar ao fundo de um qualquer tunel.

Jinhos!

* Não tens aparecido...

sabr disse...

Bom dia, bjinho.

mitro disse...

A cera consome-se, mas a luz é eterna!

António disse...

Pois é, Teresa querida!

Beijinhos